História: A DANÇA DA QUADRILHA

A quadrilha dança típica das festas juninas brasileiras, é carregada de referências caipiras e matutas. Dança da Quadrilha era dançada pela elite europeia e veio para o Brasil durante o período da Regência (por volta de 1830), onde era febre no ambiente aristocrático.

Da Corte carioca, a quadrilha acabou caindo no gosto do povo. Ao longo do século XIX, a dança se popularizou no Brasil e se fundiu com manifestações brasileiras preexistentes.

“O brasileiro é um povo muito criativo e criou a forma estilizada de dançar a dança dos nobres”, opina a arte-educadora Lucinaide Pinheiro.

Em Uberlândia, a dança de  Quadrilha estilizada e o Festival tiveram  início em 2011, quando Rick Chester, Presidente da FEQUAJU/MG – Federação de Quadrilhas Juninas Mineiras, por meio de workshops teóricos e práticos orientou a formação de grupo de dança da quadrilha estilizada, explicitando o necessário para a criação do Festival de Quadrilhas Juninas de Uberlândia.

O 1º Festival de Quadrilhas Juninas de Uberlândia foi realizado em 2011,  com  participação de sete grupos de Quadrilhas, seis grupos de Uberlândia e um grupo de Belo Horizonte “ Fogão A Lenha” , que participou como convidada  especial do Festival.

Nesse evento em especial, ganhou a quadrilha “Farejador de Forró”, de Uberlândia.

As tradições são sempre invenções feitas por grupos humanos numa determinada época. Não há algo tradicional desde sempre e nada do que é tradicional está isento de modificação, de transformação”.  (Dr. Durval Muniz de Albuquerque Júnior, historiador).

O concurso de quadrilhas do município de Uberlândia, mantém a tradição da cultura sem perder a modernidade. Os grupos de quadrilhas apresentam tema com bastante inovação, com narrativa coesa nas coreografias e estética peculiar nos adereços juninos.

Nos Concursos, os quesitos de julgamento são: Conjunto, Coreografia,  Marcador, Casal de Noivos e Caracterização. Os participantes de Uberlândia concorrem às premiações em dinheiro.

A  quadrilha junina  expressão da cultura popular brasileira, ocupa espaço especial na festa junina da Ação Moradia, transforma o cotidiano da cidade de Uberlândia com a singularidade de espetáculos artísticos, reafirmando as nossas riquezas e a diversidade cultural. O Festival de Quadrilhas Juninas  faz parte do calendário oficial do Município, desde 26 de junho de 2013 , por meio da Lei 11.416.

O Festival é realizado em parceria com o PMIC- Programa Municipal de Incentivo a Cultura da Secretaria Municipal de Cultura e a empresa Supporte Logística Integrada, empresa que incentiva desde 2013 o movimento cultural junino do município por meio do mecanismo da Lei de incentivo Fiscal.

Profissionais da cidade das áreas de teatro, música e dança, promovem o talento artístico dos quadrilheiros apaixonados na arte de dançar quadrilha. A cada ano os participantes do Festival oferecem um verdadeiro espetáculo de dança de quadrilha, promove o intercâmbio cultural entre as quadrilhas convidadas de outros municípios e os grupos de quadrilhas de Uberlândia.

2011 a 2018-  Quadrilhas Juninas de Uberlândia:

    • Farejador de Forró;
    • Arraiá Dus Pé Vermei;
    • Nascimento de Lambsame;
    • Nega Maluca;
    • Pé de Moleque;
    • Os mais Vividos do SESC;
    • Quadrilheiros da Jacy;
    • Melhor Idade Junina;
    • Quadrilha Semear;
    • Quadrilha Junto e Misturado;
    • Bailão de Minas;
    • EJ Chapéu;
    • Fala Uai;
    • Forrozarte.

De 2011 a 2018 – Quadrilhas Juninas de  outros municípios e  Estados brasileiros:

Quadrilhas de outros municípios de  Minas Gerais:  

    • Fogão a Lenha, Nossa Junina e São Domingos de Belo Horizonte;
    • Chic-Chic de Contagem;
    • Nova Geração de Sabará.

Quadrilhas do Distrito Federal: 

    • Num Só Piscar de São sebastião;
    • Flor do Mamulengo, Segue o Fogo de Samambaia.

Quadrilhas de Goiás:

    • Renascer, Arriba Saia de Goiânia;
    • Paixão Cangaço de Aguás Lindas.

Quadrilha de  Mato Grosso do Sul:

    • Os de Fora.

As quadrilhas juninas auxiliam na construção de uma política cultural nos aspectos social, cultural, comunitário, econômico e fomenta o turismo do município de Uberlândia. Porém, os que participam do movimento junino da cidade enfrentam muitas dificuldades financeiras para trabalhar adequadamente, pois há pouco investimento do setor público e privado.

“Foi com muita satisfação e apoio, em meio a grandes desafios; que se tornou possível desde 2011, a realização do Festival de Quadrilhas Juninas de Uberlândia. Tenho orgulho em participar da criação do movimento cultural junino do município”
(Eliana Maria Carrijo Setti – Idealizadora e coordenadora do Festival)

3 comments

  1. Parabéns a todos os envolvidos desse trabalho, o site esta perfeito. Muito sucesso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Festival de Quadrilhas Juninas de Uberlândia

Agora em sua 9ª edição. Prepare sua Quadrilha, leia o edital, se inscreva e vai ser bão demais.